27 janeiro, 2009

Azkar assegura negócios da Geodis Iberia

Franceses abandonam Península

A Geodis, braço do grupo ferroviário estatal francês SNCF na área da logística e do transporte rodoviário, prepara-se para diminuir as suas operações na Península Ibérica, o que implicará o despedimento de 350 trabalhadores, cerca de metade dos 721 empregados que possui em Espanha. Esta medida surge na sequência da decisão de terminar a prestação de serviços de transportes de forma directa em Portugal e Espanha, ficando a partir de agora a assegurá-los através da Azkar, líder ibérico do sector. O acordo não irá afectar as divisões de logística e de despacho da Geodis, pois irão continuar a operar com normalidade, abrangendo apenas área dos transportes rodoviários, da participada Geodis Iberia.De um total de 483 trabalhadores desta empresa, serão dispensados cerca 72 por cento, nomeadamente motoristas de camiões que trabalhavam em regime de prestação de serviços, enquanto cerca uma centena de quadros administrativos e comerciais transitarão para a Azkar.Ainda que tenha registado um volume de negócios superior a 115 milhões de euros, em 2007, a Geodis Iberia obteve um prejuízo operacional de quase 15 milhões. A Azkar possui actualmente uma frota de 2.400 camiões, incluindo mais de cinco mil trabalhadores, distribuídos pelos 73 centros de operações mantidos em Portugal e em Espanha. O grupo Geodis é o quarto maior player europeu do sector da logística e dos transportes e conta com mais de 26 mil empregados distribuídos em mais de 120 países.

In Transportes em Revista

4 comentários:

Dexter disse...

Só espero que esta nuvem não demore muito a desaparecer.

O espectro das falência também já chegou ao nosso concelho, com o fecho hoje da Euronadel (Abóboda, Cascais), e vão mais 182 para as filas da Seg.Social.

Fazendas disse...

Esperamos todos amigo Dexter... esperamos todos, mas que isto esta mau está mesmo.

Quanto à Euronadel... infelizmente era previsivel... ja ninguem cose nem remenda nada em casa, para que é que se querem agulhas... coitados, escolheram mal o negocio e ainda por cima nao evoluiram com o tempo.

Obrigado pelo comment amigo M :)

Dexter disse...

eheh, fui descoberto.

Abraço amigo

Fazendas disse...

tb nao era dificil...