22 maio, 2009

Barcelona: contentores caem 32% entre Janeiro e Abril

Os dados apresentados pelo porto de Barcelona para os primeiros quatro meses do ano demonstram uma clara deterioração na circulação de mercadorias. A APB estima para o final do ano uma perda de 10 milhões de toneladas e 750 mil TEU.

Nos contentores, o tráfego de maior valor acrescentado na capital catalã, o total dos movimentos entre Janeiro e Abril foi inferior em 32% ao do ano passado. Em 2008, o valor atingido no primeiro quadrimestre foi de cerca de 849 mil TEU quando este ano não chegou aos 577,5 mil TEU.

A autoridade portuária (APB) atribuiu este declínio à redução do comércio internacional à escala global. Mas o certo é que portos como Valência, Tarragona ou Marselha apresentaram dados de crescimento no tráfego de contentores, durante o mesmo período, sublinham os analistas locais.

O tráfego total de mercadorias continua a cair acentuadamente. Se no final de Março apresentava uma diminuição homóloga de 20,59%, no final de Abril a queda aumentou para os 21%. Em toneladas, a quebra foi de 17,2 milhões, no primeiro quadrimestre de 2008, para os 13,6 milhões este ano.

Curiosamente, o único tráfego com valores positivos é o de granéis sólidos. Depois de muitos meses de declínio, Abril registou uma significativa recuperação deste agregado, que cresceu 0,78% nos primeiros quatro meses, passando de 1,07 milhões de toneladas para 1,08 milhões.

Já o movimento de granéis líquidos não foi tão positivo, caindo 0,52%, sobretudo devido à redução na movimentação de gás natural liquefeito, que diminuiu em 14,36%.

Outro tráfego com números nada simpáticos foi o dos automóveis, que nos primeiros quatro meses do ano registou um movimento de cerca de 200 mil unidades menos, ou uma quebra de 65%.

Por tudo isto, a expectativa da autoridade portuária para os resultados deste ano não é a melhor, já que espera fechar 2009 com cerca de 10 milhões de toneladas menos do que em 2008, e movimentar menos cerca de 750 mil TEU.


In T&N

Sem comentários: